13 maio 2015

Mater-Amorosa ~ Diane Faria


Ó ruidosa realidade
Que me faz soluçar,
Vem, preciso ensinar-te a amar;
Sou Mater-Amorosa,
Sou mãe dos aflitos,
Trago a alma grandiosa
Lá dos infinitos,
Beija-me silenciosamente
Como o mar beija a areia,
Sou mensageira misteriosa,
Sou mãe de toda gente;
Canto mas não sou sereia,
Trago o manto da verdade para cubrir toda a humanidade.

The Virgin Of The Grapes 1640 ~ Pierre Mignard 

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Isa Belly. Que nossa senhora nos ilumine principalmente agora que o mundo passa por um processo caótico.

      Excluir
    2. Sim, Belly, de fato lindo. Toca na alma.

      Excluir
    3. E ela escreve com uma propriedade e de uma forma culta e tão tocante.
      Amém, Diane, e parabéns!
      Toda vez que leio parece que li uma oração E uma poesia com uma genialidade rara hoje em dia

      Excluir

Cartas de Amor de Uma Santa ~ Gianna Beretta

Vale a leitura desse livro. Coletei algumas citações que compartilho com vocês: “O Segredo da felicidade é de viver  momento a moment...