25 maio 2015

Box de Atividades

Hoje é Memorial Day, um feriado nacional nos Estados Unidos, observado na última segunda-feira do mês de Maio. Um dia para lembrar de homens e mulheres que morreram em ações militares em nome do país.
Feriado é também dia de brincar com o David, então escolhemos abrir o box de atividades Kiwi Crate
Kiwi Crate é um serviço de assinatura mensal especializado em oferecer atividades e jogos para as crianças. O site envia pelo correio um kit com um projeto educativo para montar, criar e brincar. Cada mês é uma atividade diferente, uma aventura diferente. No Brasil tem um serviço semelhante, Box Joanninha e quem gosta de educar pela arte, vale a pena pesquisar.
O David (4 anos) gosta muito do Kiwi Crate; as atividades ajudam na criatividade, mas também na concentração e na coordenação motora. O box de hoje foi sobre os insetos. Como ele gosta desses ‘nobres colegas’ não foi difícil passar quase o dia todo envolvido com a caixa de atividades.
A primeira atividade foi ler a revista e desenhar alguns ‘colegas’
Depois foi hora de colocar as mãos na massinha e criar joaninhas e abelhas




Mostrei alguns filmes do YouTube sobre o assunto; filmes infantis. Estão na minha página no Pinterest. O David viu alguns filmes várias vezes.
Depois do almoço, fomos ao jardim procurar os ‘colegas insetos’, reconhecer suas asas, pernas, velocidade, cores… não tem fim para o que uma criança pode perceber quando você incentiva.
Um ponto alto foi construir as libélulas. Como vem todo material na caixa, não foi difícil. O David decidiu que tinha uma libélula e um avião e brincou por muito tempo fazendo a libélula e o avião voarem.


Brincar é um espaço de expressão, de criar histórias, de imaginar… Tão importante quanto correr, nadar e brincar com os colegas, é a brincadeira artesanal. A arte autoriza ‘muitas falas’ para a criança e nesse espaço ‘criado’  podemos discutir algumas ideias.
O David brincando com uma abelha e uma formiga, criações dele, disse: ‘calma abelha, agora é o momento da formiga, você tem que esperar sua vez.’ E depois de alguns segundos… ‘agora sim abelha chagou a sua vez. Você sabe abelha que a formiga não voa, por isso tenha calma.’
Percebi que depois de voar algum tempo a abelha voltou para junto da formiga e pelas mãos do David brincaram e riram juntas.


Outro post relacionado a arte das brincadeiras é:

2 comentários:

  1. Adorei a brincadeira da abelha e da formiga, uma realidade palpável... David com quatro anos já tem noção de tolerância, respeito e paciência. Gostei de vê-lo ensinando à abelha à respeitar a formiga que não sabe voar e à ter mais paciência .... Os pais são os maiores educadores, por isso digo: parabéns Claudia por estimular O David e por educar um cidadão do futuro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus comentários me dão muita esperança Diane. Educar é um desafio constante e um recomeçar sempre. Algumas coisas dão certo, outras nem tanto, mas as atividades lúdicas nunca cansam e o David sempre cria suas histórias, e narrativas e nesse mundo posso interagir com ele de uma forma simples e direta. Mais uma vez obrigada por me abraçar de esperança.

      Excluir

Cartas de Amor de Uma Santa ~ Gianna Beretta

Vale a leitura desse livro. Coletei algumas citações que compartilho com vocês: “O Segredo da felicidade é de viver  momento a moment...